Mostrando postagens com marcador vídeo-aulas sus. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador vídeo-aulas sus. Mostrar todas as postagens

Vídeo-Aula Lei 8.080/90 art 1 ao 7 - por Ana Beatriz Ferrari




Olá Concurseiros da Saúde! Nosso Blog está com mais uma novidade. Em parceria com a blogueira Ana Beatriz Ferrari ( Blog SUS: Ame-o ou Deixe-o), estaremos disponibilizando gratuitamente os excelentes vídeos sobre legislação do SUS, feitos por ela e que tem ajudado muitos concurseiros. 

O vídeo abaixo é sobre a famosa lei orgânica da saúde 8.080/90, uma das leis que mais caem nos concursos públicos da saúde. Ela irá comentar os artigos 1 a0 7. 

Em seguida um vídeo também da Ana Beatriz sobre a recente mudança que a Lei 8080 sofreu pela Lei 13.097 de 2015.

Aproveitem e boa aula! 





                           











E aí, gostou? Comente! 

Abraço e bons estudos!




Compartilhar:

Vídeo sobre o Decreto 7.508 de 2011. Excelente!

Olá a todos!

Hoje o Blog SUS para Concursos traz um curto e excelente Vídeo sobre o Decreto de Lei 7.508 de 2011. O vídeo explica e apresenta o Decreto e as mudanças por ele provocadas no SUS. Esse decreto, como você que tem acompanhado o Blog já sabe, regulamenta a lei 8080 e tem sido tendência nos concursos da saúde, devido as mudanças que ele trouxe.


É bem interessante e vale a pena conferir e se preparar melhor ainda para os concursos da área da saúde. 

Bom vídeo! 



Deixe seu comentário!

Abraços e bons estudos!

Compartilhar:

Vídeo-Aula Decreto nº 7.508 - por Ana Beatriz Ferrari

Olá a todos!

Hoje o Blog SUS para Concurso em parceria com a blogueira Ana Beatriz Ferrari traz um vídeo sobre o Decreto de lei nº 7.508, esse decreto do ano de 2011 regulamenta a lei nº 8.080/90 e, por ser recente, tende a cair muito nas próximas provas de concursos da área. Portanto fique ligado, assista ao ótimo vídeo e depois coloque em prática o que aprendeu resolvendo as questões logo abaixo. 

Aproveitem!







Questionário

1) (Ceperj - Fundação Saúde Enfermagem -2011) O Decreto n° 7.508, de 28 de junho de 2011, define região de saúde como o espaço geográfico contínuo constituído por agrupamentos de municípios limítrofes, delimitado a partir de identidades culturais, econômicas e sociais e de redes de comunicação e infraestrutura de transportes compartilhados, com a finalidade de integrar a organização, o planejamento e a execução de ações e serviços de saúde. Em relação às regiões de saúde é correto afirmar que:

A) para ser instituída a Região de Saúde deve conter, no mínimo, ações e serviços de atenção primária e de urgência e emergência
B) a instituição das Regiões de Saúde observará cronograma pactuado pelos Conselhos de Saúde
C) as Regiões de Saúde serão referência para as transferências de recursos entre os entes federativos
D) as Redes de Atenção à Saúde estarão compreendidas no âmbito de uma Região de Saúde, ou de várias delas, em consonância com diretrizes pactuadas nas Conferências de Saúde

2) (Ceperj - Fundação Saúde Enfermagem -2011)A Relação Nacional de Ações e Serviços de Saúde - RENASES - compreende todas as ações e serviços que o SUS oferece ao usuário para atendimento da integralidade da assistência à saúde. Para garantir a integralidade da assistência, compete ao Ministério da Saúde:

A) Determinar a relação de ações e serviços constantes da RENASES
B) Consolidar e publicar as atualizações da RENASES, a cada 4 anos
C) Dispor sobre a RENASES em âmbito nacional, observadas as diretrizes pactuadas pela CIT
D) Financiar todas as ações e serviços de saúde de acordo com o pactuado nas Comissões Intergestores

3) (Ceperj - Fundação Saúde Fonoaudiologia -2011)As Comissões Intergestoras são instâncias de pactuação consensual entre os entes federativos para definição das regras da gestão compartilhada do SUS. Em relação às Comissões Intergestoras, é correto afirmar que:

A) A CIT, no âmbito da União, está vinculada à Secretaria Estadual de Saúde para efeitos administrativos e operacionais.
B) A CIB, no âmbito do Estado, está vinculada à Secretaria Municipal de Saúde para efeitos administrativos e operacionais.
C) À CIB compete exclusivamente a pactuação dos critérios para o planejamento integrado das ações e serviços de saúde da Região de Saúde, em razão do compartilhamento da gestão.
D) As Comissões Integestoras pactuarão as diretrizes gerais sobre Regiões de Saúde, integração de limites geográficos, referência e contrarreferência e demais aspectos vinculados à integração das ações e serviços de saúde entre os entes federativos.


(Funcab 2012 - Magé) A Lei n° 8.080/90 foi regulamentada recentemente pelo Decreto nº 7.508, de 28 de junho de 2011. Esse decreto dispõe, entre outras coisas, sobre a organização do Sistema Único de Saúde – SUS –, o planejamento da saúde, a assistência à saúde e a articulação interfederativa. Com base nisso,
responda às questões 4, 5 e 6.

4) (Funcab 2012 - Magé) “O conjunto de ações e serviços de saúde articulados em níveis de complexidade crescente, com a finalidade de garantir a integralidade da assistência à saúde”, refere-se à(ao):

A) serviço especial de acesso aberto.
B) rede de atenção à saúde.
C) protocolo clínico e diretriz terapêutica.
D) mapa de saúde.
E) porta de entrada.


5) (Funcab 2012 - Magé) Atenção primária, urgência e emergência e vigilância em saúde são serviços que fazem parte dos requisitos mínimos para que seja instituído um(a):

A) região de saúde.
B) área de saúde.
C) rede de atenção à saúde.
D) núcleo de saúde.
E) serviço especial de saúde.

6) (Funcab 2012 - Magé) São considerados portas de entrada do SUS os seguintes serviços, EXCETO:

A) atenção primária.
B) atenção de urgência e emergência.
C) de apoio diagnóstico.
D) atenção psicossocial.
E) especiais de acesso aberto.

(Funcab 2012 - Prefeitura Municipal Vila Velha) O Decreto nº 7.508, de 28 de junho de 2011, tem o importante papel de regular a estrutura organizativa do SUS, o planejamento de saúde, a assistência à saúde e a articulação interfederativa, entre outros aspectos, necessários à sua consolidação e melhoria permanente. Com base nesse decreto, responda às questões 7, 8 e 9:

7) (Funcab 2012 - Prefeitura Municipal Vila Velha) As Redes de Atenção à Saúde estarão compreendidas no âmbito de uma Região de Saúde, ou de várias delas, em consonância com diretrizes pactuadas:

A) nos Conselhos de Saúde.
B) nas Comissões de Integração.
C) no Ministério da Saúde.
D) nas Comissões Intergestores.
E) nas Fundações de Saúde.

8) (Funcab 2012 - Prefeitura Municipal Vila Velha) Os serviços de saúde específicos para o atendimento da pessoa que, em razão de agravo ou de situação laboral, necessita de atendimento especial, são chamados de:

A) serviços especiais de acesso aberto.
B) portas de entrada aos serviços do SUS.
C) atendimento de média complexidade.
D) diretrizes terapêuticas.
E) serviços de atendimento ocupacional.

9) (Funcab 2012 - Prefeitura Municipal Vila Velha)No que se refere à Relação Nacional de Medicamentos Essenciais – RENAME –, é correto afirmar:

A) O Conselho Nacional de Farmácia é o órgão competente para dispor sobre a RENAME, os Protocolos Clínicos e Diretrizes Terapêuticas em âmbito nacional.
B) O Ministério da Saúde poderá estabelecer regras diferenciadas de acesso a medicamentos de caráter especializado.
C) Os entes federativos não poderão ampliar o acesso do usuário à assistência farmacêutica, além do que foi estabelecido.
D) As atualizações da RENAME deverão ser realizadas pelo Conselhos Regionais de Farmácia a cada dois anos.
E) Os Estados, o Distrito Federal e os Municípios não poderão adotar relações específicas e complementares de medicamentos.

10) (Funcab 2012 - Prefeitura Municipal de Búzios) O Mapa da Saúde é a descrição geográfica da distribuição de recursos humanos e de ações e serviços de saúde ofertados pelo SUS e pela iniciativa privada, considerando-se a capacidade instalada existente, os investimentos e o desempenho aferido a partir dos indicadores de saúde do sistema, devendo ser utilizado:

A) na identificação das necessidades de saúde, orientando o planejamento integrado dos entes federativos e contribuindo para o estabelecimento de metas de saúde.
B) para definir as responsabilidades individuais e solidárias dos entes federativos com relação às ações e serviços de saúde, aos indicadores e às metas de saúde.
C) como referência e contrarreferência e nos demais aspectos vinculados à integração das ações e serviços de saúde entre os entes federativos.
D) na organização e integração das ações e dos serviços de saúde, sob a responsabilidade dos entes federativos em uma Região de Saúde.
E) como fator determinante para o estabelecimento das metas de saúde previstas no Contrato Organizativo de Ação Pública de Saúde.

Gabarito

1-C 2 -C -D 4 -B 5 -A 6 -C 7 -D -A -B 10 -A



Lembrando que na Apostila SUS para Concursos 2019 - Versão Completa você terá um Simuladão com 300 Questões de Concursos anteriores. Isso mesmo! São 300 questões de Legislação do SUS para você ir ainda mais preparado para sua prova. 
É muito mais conteúdo pelo melhor preço. Confere lá: http://goo.gl/IjY5AW


Abraço e bons estudos!

Compartilhar:

Vídeo-Aula ABC do SUS: Doutrinas e Princípios

Olá a todos!

Hoje o Blog SUS para Concurso em parceria com nossa colaboradora e blogueira Ana Beatriz Ferrari
 traz um vídeo sobre o ABC do SUS: Doutrinas e Princípios. O ABC do SUS é um documento de 1990, produzido pelo Ministério da Saúde e Secretaria Nacional de Assistência à Saúde e que traz um excelente resumo sobre o Sistema Único de Saúde, especialmente seus princípios e doutrinas. É um forte aliado para você que está estudando e quer entender melhor o SUS.

Aproveite o vídeo! Boa aula.








Deixe seu comentário!

Abraços e bons estudos!

Compartilhar:

Sicko: S.O.S Saúde - Resenha


Faça aqui o DOWNLOAD GRATUITO da sua Apostila e-book SUS para concursos!

Mais um grande filme do cineasta Michael Moore, conhecido por sua postura crítica, ele retrata nesse documentário a deficiência do sistema de saúde dos EUA que mercantiliza a saúde da sua população através dos planos de saúde. Lá apenas os americanos que possuem planos de saúde, ou dinheiro suficiente para pagar um tratamento, são dignos de atendimento, ficando o resto da população, algo em torno de 50 milhões de americanos, sem qualquer assistência à saúde, torcendo para não ficar doente e ter que depender desse sistema que visa somente o lucro e faz da saúde da população um grande comércio altamente lucrativo para os donos dos planos de saúde e até mesmo para o governo, que tem levado dinheiro pra ficar calado diante dessa triste realidade do sistema de saúde americano.

--> O documentário apresenta ainda a dificuldade dos americanos que possuem um plano de saúde, mas que mesmo assim algumas vezes não são totalmente cobertos em alguns procedimentos. Fala sobre as estratégias dessas seguradoras de saúde que priorizam o seu rendimento a saúde do segurado. Se ele tiver algum risco à saúde que possa comprometer o rendimento do plano eles simplesmente não aprovam o plano para o paciente, ficando o tratamento por sua conta.



Em relação aos planos de saúde brasileiros, que fazem parte da saúde suplementar, notamos que não diferem muito da prática apresentada pelos planos americanos, mas ao contrário dos EUA, no Brasil, a saúde é pública, assim como em outros países apresentados pelo documentário (Canadá, Cuba, França) e regida por princípios de universalidade e igualdade, ou seja, todos têm direito a assistência à saúde. Embora o sistema de saúde brasileiro vive uma outra realidade frente a esses países como França, Canadá e Cuba, sofrendo com a má gestão e o subfinanciamento do sistema de saúde público, podemos observar ao ver esse documentário que é possível sim, lutar por um sistema de saúde público de qualidade, realmente universal e equitativo.

Abaixo um trailer desse ótimo documentário. Vale a pena conferir!

Abraços e até à próxima!

Curta nossa fan page no facebook e acompanha as novidades do blog.

Compartilhar:
Proxima → Inicio

Facebook

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Seguidores

Whats

Tecnologia do Blogger.