Questão comentada de legislação do SUS – HumanizaSUS

Olá a todos!

Hoje o Blog SUS para Concursos fará uma resolução comentada de mais uma questão retirada de concurso da saúde!

A questão aborda a Política Nacional de Humanização – HumanizaSUS. Esse é um tema que também aparece com certa frequência nos concursos e iremos tratar aqui especificamente dos princípios do HumanizaSUS.  

Instituída em 2003, pelo Ministério da Saúde, a PNH está fazendo, em 2016, 13 anos da sua criação. A PNH busca colocar em prática os princípios do SUS no cotidiano dos serviços de saúde, produzindo mudanças na gestão e no cuidado.

Vamos à questão!

De acordo com os princípios do HumanizaSUS, definidos pelo Ministério da Saúde, a transversalidade trata-se de:

A) Corresponsabilidade entre gestores, usuários e a participação coletiva nos processos e na gestão.
B) Concepções e práticas que atravessam as diferentes ações e instâncias, que aumentam o grau de abertura de comunicação intra e intergrupos.
C) Práticas interdependentes e complementares que precisam ser entendidas para que ocorra a humanização.
D) Participação do Município e do Estado, em conjunto com a União, buscando um SUS melhor.

Resolução:

Sabemos, portanto, que o HumanizaSUS possui alguns princípios norteadores para que se alcancem essas mudanças nos serviços de saúde.

O HumanizaSUS busca valorizar os diferentes sujeitos implicados no processo de produção de saúde: usuários, trabalhadores e gestores. As mudanças só acontecem com o reconhecimento do papel de cada um nesse processo. O reconhecimento da autonomia e protagonismo desses sujeitos, ao passo que define os usuários, trabalhadores e gestores como corresponsáveis na produção de saúde.

Essa política ainda busca o estabelecimento de vínculos solidários e de participação coletiva no processo de gestão. Valorização do trabalhador, com melhores condições de trabalho e de atendimento, fazendo com que o SUS seja mais acolhedor, mais ágil e mais resolutivo.

Abaixo segue os comentários das alternativas A e B que tratam melhor dos princípios que queremos aqui estudar.

Alternativa A

“Corresponsabilidade entre gestores, usuários e a participação coletiva nos processos e na gestão.” Essa alternativa na verdade apresenta dois princípios do HumanizaSUS:
 O princípio da Indissociabilidade entre atenção e gestão.

Esse princípio prega que, as decisões da gestão interferem diretamente na atenção à saúde. Por isso, os trabalhadores e usuários devem buscar conhecer como funciona a gestão dos serviços e da rede de saúde, assim como participar ativamente do processo de tomada de decisão. Ao mesmo tempo, o cuidado e a assistência em saúde não se restringem às responsabilidades da equipe de saúde. O usuário e sua rede social devem também se corresponsabilizar pelo cuidado de si nos tratamentos, assumindo posição protagonista com relação a sua saúde.

E o princípio do Protagonismo, corresponsabilidade e autonomia dos sujeitos e coletivos.



Esse princípio afirma que qualquer mudança na gestão e atenção é mais concreta se construída com a ampliação da autonomia e vontade das pessoas envolvidas, que compartilham responsabilidades. Os usuários não são só pacientes, os trabalhadores não só cumprem ordens: as mudanças acontecem com o reconhecimento do papel de cada um. Um SUS humanizado reconhece cada pessoa como legítima cidadã de direitos e valoriza e incentiva sua atuação na produção de saúde.

Sendo assim, essa NÃO é nossa alternativa correta.


Alternativa B

“Concepções e práticas que atravessam as diferentes ações e instâncias, que aumentam o grau de abertura de comunicação intra e intergrupos.”

Analisando o princípio de transversalidade, encontramos:

Transversalidade 

A Política Nacional de Humanização deve se fazer presente e estar inserida em todas as políticas e programas do SUS.  A PNH busca transformar as relações de trabalho a partir da ampliação do grau de contato e da comunicação entre as pessoas e grupos, tirando-os do isolamento e das relações de poder hierarquizadas. Transversalizar é reconhecer a importância da troca de saberes/comunicação entre os que os que assistem e os que são assistidos. Juntos, esses saberes podem produzir saúde de forma mais corresponsável.

Portando, essa é nossa alternativa correta.

Já as alternativas C e D trazem definições imprecisas quanto à Política Nacional de Humanização, sobre tudo quando falamos dos princípios norteadores dessa política. Apesar de essas duas alternativas apresentarem conceitos que de certa forma se relacionam com o HumanizaSUS, esses não se caracterizam princípios dessa política.



Gabarito: B

Abraços e bons estudos!

Reações:

4 comentários:

  1. Cara, seu blog é muito bom, obrigado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Monteiro!

      Que bom que está gostando do Blog. Eu também tenho que agradecer a sua participação e de todos que fazem esse Blog acontecer.
      Espero que aproveite o máximo dele e alcance o seu objetivo. Rumo à aprovação!

      Abraços e bons estudos!

      Excluir
  2. Adorando esse blog! Parabéns Renan Tervedo, é muito bom quando encontramos um apoio como esse blog para nossos estudos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!

      Fico feliz que esteja gostando do nosso trabalho. Em breve teremos mais novidades. Fique ligado(a)! Obrigado pela participação!

      Abraços e Sucesso!

      Excluir